terça-feira, 5 de maio de 2009

FUNDAÇÃO CULTURAL GALENO D'AVELÍRIO - Patrimônio Cultural de Cruz das Almas


Em 1987 a cadeia municipal de Cruz das Almas mudava da rua XV de Novembro para um prédio novo. Nesse mesmo ano, um grupo de escritores e artistas da cidade, formado por Gláucia Guerra de Oliveira, Nelson Magalhães Filho, Hermes Peixoto, Luciano Passos, Graça Sena, Lita Passos e Luis Carlos Mendes, tecia um projeto que depois viria se mostrar decisivo para o desenvolvimento cultural e artístico do lugar: a criação da Casa da Cultura Galeno D'Avelírio, um espaço que lhes permitisse expandir os horizontes da arte cruzalmense, até então restrita às publicações de textos no Jornal Literário Reflexos de Universos, fundado em 1976.

Procuraram o então prefeito Sr. Carmelito Barbosa Alves reivindicando o espaço da antiga cadeia e o que era palco da privação iria se transformar em cenário de liberdade artística.
No dia 27 de Julho de 1987, abriam-se as portas da Casa da Cultura Galeno d'Avelírio com uma bonita programação cultural de inauguração.

No início de suas atividades, em 1987, a Fundação priorizou a realização de oficinas visando à formação/aprimoramento de talentos. Numa parceria com a Fundação Cultural do Estado da Bahia, promoveu oficinas de teatro, literatura, música e coral, teatro e dança, tendo como instrutores renomados profissionais da área.

Outras ações em parceria com a Fundação Cultural do Estado da Bahia tiveram como objetivo a formação continuada dos professores do ensino fundamental das redes pública e privada, mediante a realização de oficinas de música, teatro e literatura, visando à adoção dessas linguagens como instrumental didático-pedagógico.

Nos quase 23 anos de existencia, a Casa da Cultura foram realizadas 159 exposições (pintura, escultura, fotografias), 18 espetáculos de dança, 98 peças teatrais, 165 recitativos, 16 performances, e 146 shows musicais.

Foram lançados 25 livros, editados 78 números da revista literária Reflexos de Universos, e diversos eventos não incluídos nestas categorias como: Mostras de Penteados, Mostras de Arte em Porcelana Fria, Feira Mix Bazar Cultural, Loja de Artesanatos, Oficina de Penteados, Semanas da Consciência Negra, Semanas da Cultura Negra, Cursos para Modelos, Oficinas de Teatro, Oficinas de bateria, percussão e violão e Oficina de Dança.

Sediou reuniões do Grupo Ecológico Copioba, do Grupo Cruz das Almas Cidadã, do Coletivo de Mulheres em Luta Jacinta passos, do Grupo de Ajuda a Diabéticos, da APLB-Sindicato, entre outros, além das tardes de musica ao vivo no Bar D’elírio.
Todas essas atividades estão documentadas em acervo de cartazes, convites, fotografias, vídeos e obras doadas pelos expositores e escritores e podem ser consultadas pela população, caracterizando-se como importante aquivo da memória da produção cultural da cidade.

Atualmente a Casa de Cultura Galeno D’Avelírio, em Cruz das Almas, oferece Oficinas de Bateria, Percussão e Dança, entre outras atividades. Os cursos possuem duração de seis meses e são direcionados aos estudantes matriculados na rede pública de ensino.As aulas de percussão e bateria são ministradas na segunda e quarta-feira pelos facilitadores Alan Cerqueira, Paizinho e Ian Ferreira. Para efetivar a matrícula nas oficinas, o estudante precisa ter o comprovante de matricula, foto 3×4 e carteira de identidade. As inscrições estão abertas de segunda a sexta feira, das 14 às 18 h. Acesse: http://galenodavelirio.blogspot.com

3 comentários:

graça sena disse...

é bom que toda essa história da Fundação seja divulgada, é uma história rica e constitui um marco na vida cultural de Cruz das almas

Klarissa Maria disse...

Adorei seu blog, que bom tem alguém que lembra de Cruz das Almas com muito carinho e dedicação, estou morando em Camaçari e sempre lembro de todos, principalmente dessa cidade maravilhosa que é e sempre será Cruz das Almas, um forte e grande abraço Klarissa (KaKá).

Klarissa Maria disse...

Adorei seu blog, que bom tem alguém que lembra de Cruz das Almas com muito carinho e dedicação, estou morando em Camaçari e sempre lembro de todos, principalmente dessa cidade maravilhosa que é e sempre será Cruz das Almas, um forte e grande abraço Klarissa (KaKá).